•  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se tem uma coisa que é tão brasileira quanto arroz com feijão é a empolgação do nosso país em relação a festivais de música. E o começo do ano é particularmente emocionante porque costuma ser a época em que os grandes eventos musicais confirmam suas atrações.

Em breve você pode estar na euforia de ver sua banda preferida colado na grade, passar o dia tirando fotos instagramáveis e fazer inveja para os amigos nas redes sociais. Mas a brincadeira não é barata.

festivais de música
Planejamento é essencial para curtir os eventos. (Foto: Yvette de Wit/Unsplash)

Além dos preços dos ingressos que estão chegando a patamares exorbitantes (um dos mais famosos, o Lollapalooza Brasil, está custando na faixa dos R$800 por dia), qualquer água ou salgadinho dentro do evento pode valer o triplo do que no mercado.

E o desafio não acaba por aí. Os fãs dos festivais podem passar por diversos apertos durante o dia, que vão desde sentir frio ou calor demais, até perder algumas músicas porque não conseguiu escapar da fila do banheiro.

Por isso mesmo, é importante conhecer algumas artimanhas para evitar grandes frustrações nesse momento emocionante. Confira algumas dicas:

Promoções de ingressos dos festivais de música

Essa não é tarefa fácil e nem sempre é garantia de sucesso. Mas muitos festivais podem fechar parcerias com empresas que oferecem opções mais baratas ou, pelo menos, com melhor custo-benefício. O ingresso do Rock in Rio, por exemplo, sempre aparece em pacotes de viagens que chegam a incluir passagens aéreas e hospedagem. Então se você pretende sair de outra cidade para ver suas bandas prediletas, pode acabar valendo a pena.

E não esqueça de conferir os clássicos sorteios das rádios e até do próprio festival. Quem sabe esse não é seu ano de sorte?

festivais de música
Algumas agências oferecem pacotes de ingresso + passagem + hospedagem. (Foto: JESHOOTS.COM/Unsplash)

Leve água e lanchinhos leves

Seu bolso e seu corpo agradecem. Para aguentar um dia inteiro de muita música (e muito sol), é preciso se manter hidratado e alimentado. Mas ninguém quer pagar 10 reais por um pacote de batatinha.

É o que fez Jorge Rosas, que mora em São Paulo e é frequentador assíduo de festivais. “Em um dos que eu fui no ano passado, eu podia levar até três copinhos de água. Eu comprei antes e paguei R$1 em cada. Lá dentro, eles estavam mais de R$5.”

O mesmo vale para a comida, que costuma ser muito cara e geralmente exige que você cruze a multidão. “Também levei algumas barras de proteína, o que foi uma boa escolha porque às vezes eu não queria sair de onde eu estava” conta Jorge.

Detalhe importante: não esqueça de conferir o regulamento do festival antes para saber o que pode ou não levar.

Não use roupa demais (nem de menos)

Festival de música no Brasil significa um dia inteiro em local aberto, provavelmente com muito sol, e quedas bruscas de temperatura no final do dia. Por isso, procure usar roupas leves, protetor solar e óculos escuros para aguentar ao máximo o evento. Mas não abra mão de um casaquinho.

Se você for como o Jorge e fizer questão de comprar um look novo para a festa, dê uma olhada no que os outros frequentadores estão usando. “Uma semana antes eu dou uma pesquisada em referências e compro algo novo” ele explica.

festivais de música
A roupa tem que ser escolhida nos mínimos detalhes. (Foto: Samuel Zeller/Unsplash)

Previsão do tempo

Assim como na dica anterior, lembre-se das mudanças bruscas de temperatura e se prepare para uma chuvinha no fim da tarde (provavelmente no momento do show principal). Então separe uns minutinhos durante a semana para comprar uma capa de chuva, um item indispensável segundo a experiência de Jorge. “Todo festival chove. Nos últimos três que eu fui, choveu. Por isso eu sempre levo capa de chuva, dessas que você encontra em qualquer lugar por menos de R$10. Na porta do festival, o pessoal mete a faca.”

Segurança

Uma das maiores decepções desses festivais é você chegar ao final e perceber que perdeu seu dinheiro e documentos. Para evitar esse azar, leve apenas o mínimo necessário, de preferência em uma bolsa pequena ou uma pochete. “Eu sempre levo a doleira, aí consigo me sentir seguro e curtir só o show” conta Jorge.

E para curtir mais ainda, não esqueça de confiar no seu cartão de crédito pré-pago Acesso, a opção mais segura e prática de pagar e curtir o seu festival de música sem se preocupar em gastar demais!